Batendo a poeira do blog

Desde novembro o bar está às moscas, pela crônica e interminável falta de tempo. Comecei 2015 com muito trampo para custear a filhota, tentando conciliar agência, freelas (atrasados; o fim de ano ferrou meus prazos, preciso correr pra entregar tudo) e tocar a editora.

Fora o nascimento da minha filha, 2014 foi um ano muito difícil, cheio de problemas pessoais e profissionais. Joguei e me diverti muito menos do que gostaria, mas no fim acabou que deu tudo certo e estamos bem mais otimistas pra esse ano.

Uma coisa boa é que mesmo com as dificuldades, voltamos a jogar RPG. É complicado porque é preciso dar atenção à pimpolha, mas a família ajuda bastante e os broders têm muita paciência (valeu pessoal). Isso fez com que a gente primasse qualidade ao invés de quantidade.

Nesse meio tempo, a gente acabou adotando o D&D 5E, e com um pequeno incentivo dos broders (estão comprando os básicos pra mim, só falta o DMG) acabei convertendo nossas duas campanhas pra ele. Como narro no cenário de Dragon Age, estou devagarzinho adaptando o sistema, e está ficando bacana.

Fiz isso não apenas pelo clamor do pessoal, mas porque (como dá pra ver) tenho ainda menos tempo para cuidar de projetos e me dedicar às campanhas. Assim, infelizmente o Fantasytelling, meu hack de fantasia medieval pesadona, ficou de lado. Não quero abandoná-lo, mas vou atualizá-lo devagar e sempre.

A mudança de sistema ocorre na oitava sessão da campanha Aegis (se não me engano), que vou continuar reportando aqui (aos que lêem, obrigado pelo voto de confiança). A mudança não deve ficar muito sensível, mas inevitavelmente o jogo vai ficar mais heroico (mas sempre com bastante coerência, como sempre é no nosso grupo).

Esse ano devo por fim cumpri o que sempre falei que faria aqui no blog, que é escrever mais livremente, com posts de teor mais pessoal, falando sobre o que acontece nos meus jogos e incutindo dicas e ideias quando aparecerem. Quando surgir ideias de posts mais “tradicionais” eu escrevo, sem problemas, mas sem muito compromisso.

Então é isso. Eu sei, post meia boca, mas o próximo tá semipronto. Feliz ano novo!

3 comentários em “Batendo a poeira do blog

Dê um pitaco, não custa nada

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s