Downtime e a passagem do tempo

Uma dificuldade recorrente nos meus jogos é a passagem do tempo. Sempre me incomodou o fato de uma campanha durar anos no mundo real e semanas ingame. A gente sente que os personagens amadureceram, envelheceram, mas na real passaram seis meses desde o nível 1. Até recentemente, eu nunca tinha me tocado que parte disso … Continue lendo Downtime e a passagem do tempo

Anúncios

De volta outra vez

É tempo de tentar, mais uma vez, voltar com meu blog, agora no WordPress (de volta), com visual novo. Novamente vou tentar manter os posts aqui rápidos, pessoais e descompromissados (duvido que consiga, mas não espere muito profissionalismo). Ironicamente, enquanto escrevo isto, estou preparando jogo pra voltar (amanhã) com minha campanha Canção Escarlate, que reportei … Continue lendo De volta outra vez

As verdades mutáveis do cenário de campanha

Sempre tive dificuldades para usar um cenário de campanha by the book (acontece com sistemas e aventuras também, mas é outra história). Tenho mania de ajustar ao meu gosto quase sempre a maioria dos aspectos a ponto do produto perder a identidade e eu passar a chamá-lo de "minha versão". Mas sempre sou assombrado pela … Continue lendo As verdades mutáveis do cenário de campanha

O homem é o animal mais cruel

Quando eu era um jovem mestre iniciante, usava mais vilões e adversários humanos. Talvez pelas referências de animes, livros e filmes e/ou por não ter grana pra comprar os livros de AD&D (especialmente o dos Monstros). Geralmente estereótipos como mago maligno, guerreirão do mal, cultista-mor, etc. Era mais fácil fazer stats pra eles, porque eu já … Continue lendo O homem é o animal mais cruel

A trabalhosa arte de iniciar campanhas

Ah, inícios de campanha. Um dos assuntos mais abordados em artigos e posts. Como recentemente comecei uma e nunca falei disso, vou divagar também. Um jogo one-shot é como um filme e é preciso capturar o interesse do grupo logo no começo (até escrevi sobre). Uma campanha é mais como uma série, onde um começo … Continue lendo A trabalhosa arte de iniciar campanhas

Entrevistas, eventos e RPGismos

Estamos quase no fim de janeiro e eu só tenho seis posts publicados (com este, sete). Por incrível que pareça não é mais falta de inspiração; como voltei a mestrar, tenho tido um assunto pra falar aqui, incluindo algumas dificuldades que enfrentei com combates grandes (e as soluções que tenho imaginado para contorná-las), um pouco … Continue lendo Entrevistas, eventos e RPGismos