Personagens (mais ou menos) iniciantes

Lendo sobre um post que escrevi em 2014 sobre iniciar campanhas (que é bem legal, dá uma lida), lembrei de uma questão pseudo-filosófica recente minha. Teoricamente, no 1º nível (ou com pontuação inicial ou algo que o valha) personagens são, de fato, iniciantes. Jovens cheirando a talco saindo de suas casas (ou orfanatos) para ganhar … Continue lendo Personagens (mais ou menos) iniciantes

Anúncios

Usei duas campanhas prontas de D&D 5E e olha no que deu

Dentre os vários acertos da 5ª edição de D&D estão as campanhas prontas. Uma mão na roda pra DMs sem tempo que muitas vezes tinham parado de mestrar e voltaram, por serem suplementos autocontidos com crônicas completas (quase todas em Forgotten Realms). Como eu já tinha campanhas em andamento quando migrei, nunca tinha usado mais … Continue lendo Usei duas campanhas prontas de D&D 5E e olha no que deu

Campanha Aegis – Capítulo 06

Este é o reporte do remake da minha campanha mais longa de AD&D, agora em Thedas, mundo de Dragon Age, usando D&D 5E. É estranho voltar a escrever este reporte. A campanha continua suspensa, e não sei se vai voltar, mas me senti na obrigação de registrar tudo que jogamos. No reino de Artoria (que … Continue lendo Campanha Aegis – Capítulo 06

Multiclasse e outras regras da casa para Old Dragon

Faz tempo que quero atualizar direito o blog, e estava com o mesmo problema que meu sócio Fabiano Neme, olhando aqui e vendo o #DnDGateBR como primeiro artigo. Reportes geralmente são demorados de escrever (pra mim), então quando surgiu uma discussão no grupo do Old Dragon no Facebook, aproveitei que escrevi um textão por lá … Continue lendo Multiclasse e outras regras da casa para Old Dragon

Um Halloween à brasileira

O Dia das Bruxas (ou Dia do Saci, aqui) surgiu entre os celtas, que associavam o início do ano e do inverno aos mortos. Eles acreditavam que durante a noite havia criaturas sobrenaturais à solta, e isto com o tempo virou uma festa de fantasias de monstros e mídias temáticas. Não sou muito ufanista, mas … Continue lendo Um Halloween à brasileira

O poder do ordinário

Vivemos na era da reviravolta. Praticamente toda história precisa ter plot twists fantásticos, de preferência com mortes de personagens importantes, traições estarrecedoras e verdades secretas que viram o mundo de ponta-cabeça. Saturamos tanto a reviravolta que hoje ela é lugar comum na narrativa. Ficou previsível. Nas histórias de George R.R. Martin já esperamos que personagens … Continue lendo O poder do ordinário